quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Livro do General Tomé Pinto, em Torre de Moncorvo, dia 26/11

(clicar para aumentar)

Será apresentado no próximo sábado, dia 26 de Novembro, a biografia do general Alípio Tomé Pinto, de autoria do próprio e de Sarah Adamapoulos, um dos mais ilustres moncorvenses, nascido em Maçores em 1936. Estará presente na cerimónia, como apresentador da obra e do homenageado, o ex-Presidente da República general Ramalho Eanes. O evento, organizado pelo Município de Torre de Moncorvo, terá lugar na Biblioteca Municipal, rua Infante D. Henrique. A não perder!

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

in memoriam Beto Areosa

(foto da profª. Eduarda Castro, em dia de Recepção aos novos Profs., 14.11.2007)

Costumava ser por esta altura... A recepção aos novos professores, com um giro pelo concelho, culminando às vezes num magusto, ou numa jantarada de integração na Escola, com o célebre "baptismo" dos "profs. caloiros". Apesar de os meus tempos de prof. terem passado havia muitas luas, na minha condição de cicerone, tinha a honra de ser convidado. O bom Amigo Beto não se esquecia.... 

"Compagnons de route" desde os tempos propedêuticos, estudantes que éramos. Depois colegas na docência, nos bons velhos tempos, ainda antes de seres o homem do leme no Directivo.
Depois, as famosas noites "impero-bibliotecárias", para citar a expressão jocosa de um outro amigo(Gil T.) que também já nos deixou há uns anos... Depois as iniciativas escolares ou visitas museológicas, em que nos íamos encontrando... Ou a "realeza" por um dia nas recriações mediévicas que a Escola, sob a tua égide, realmente iniciou e sempre acompanhou de forma empenhada.

Foste um Grande da nossa geração, seguramente o maior, e quando parecia que os Áugures te vaticinavam outros voos, as Parcas começaram lentamente a urdir um outro fadário, mas cujo desenlace seria inimaginável que assim fosse e tão breve. Lutaste bravamente até ao fim, sempre com espírito positivo, bonomia, uma serenidade e convicção na vitória, o que nos fazia crer que outro seria o desfecho. Não foi por falta de Fé e perseverança, e, também, o apoio incondicional dos Amigos, que os tinhas, e muitos. Apoio moral, que mais não podíamos fazer, pois o resto era com os Esculápios e os Hipócrates. Confiámos. O Caminho era estreito, mas os Milagres costumam acontecer. "A tua Fé te salvou", disse o Nazareno ao paralítico. E não foi por falta dela.... Porque não ouviu o Senhor as nossas preces? Porque escolhe sempre Ele primeiro os melhores? Porque, por outro lado, parecem ser eternos os antípodas? - 

Insondáveis são os desígnios do Todo-Poderoso, dessa força cósmica que parece gerir tudo isto como uma roleta russa, ao menos, para nós, pobres leigos mortais.... Ele saberá que és preciso no Além, talvez na direcção de uma nova Escola do Paraíso, para usar o título de uma obra de Rodrigues Miguéis...

Que os Anjos te elevem em cânticos, na sublime Viagem pela Luz em direcção ao Oriente Eterno e alcances a Felicidade superna dos Sempre Vivos e a aura da Serenidade reservada aos Justos... 

Que nós, e por enquanto, neste mundo chão, velaremos pela tua Memória, e pela Obra que deixaste, como excelente profissional e como Cidadão exemplar.

- Um grande Abraço, Amigo, até Sempre!....

por: N.Campos

----
Nota: o Dr. António Alberto Barbosa Areosa, nasceu em Moçambique em 21.03.1961, estudou no Porto e em Torre de Moncorvo, tendo-se licenciado em Ciências e Tecnologia (Geologia) pela Univ. de Coimbra (1986), e posteriormente concluíu o curso de ciências de educação na Univ. Católica do Porto. Era uma figura pública notável e benquista da nossa terra, e foi uma referência para várias gerações de alunos e professores, não só como pedagogo e gestor escolar, mas como cidadão empenhado e assertivo, pelo que o blogue "TORRE.moncorvo" aproveita este depoimento pessoal para lhe prestar também a devida homenagem e expressando sentidos pêsames a toda a família enlutada.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Usurpação de imagem e de identidade por parte de alguém no Facebook


Como o nosso blogue tem estado um tanto paralizado, e esperando de novo dinamizá-lo, eis que há tempos demos conta que alguém anda a usar o nosso cabeçalho numa conta do Facebook... Alguém anónimo, obviamente, que diz que estudou na Escola Secundária Ramiro Salgado e no curso de Economia da UTAD.... Apesar de termos avisado a pessoa em questão sobre o uso indevido da referida imagem, que tem direitos autorais, e de termos denunciado a situação ao FACEBOOK, não só não obtivemos resposta, como esse mesmo "alguém" continua a usar abusivamente a referida imagem, o que consideramos provocatório, para não dizer mais. 
Pior: a conta que criámos para denunciar a situação foi bloqueada, e a do(a) prevaricador(a), continua activa...  - Vamos continuar a diligenciar junto do Facebook no sentido de se nos fazer justiça, mas, desde já informamos que essa conta nada tem a ver com este blogue, e que não assumimos conteúdos que por lá sejam colocados e que possam visar terceiros.
Este blogue foi criado para divulgar a região de Moncorvo, pela positiva, nomeadamente o seu património, personalidades, notícias, eventos, etc.. - Se alguém tem os mesmos objectivos (o que é louvável), só tinha que nos contactar e propor colaboração, por esta via, ou pelo Facebook. Agora, pilhar imagens e fazer-se passar por nós, só não titulando a conta como "TORRE.moncorvo" porque o Face não aceita pontos entre palavras, mas usando uma designação análoga com imagem roubada, é, obviamente, uma apropriação de identidade, contra todas as normas éticas, o que é deveras lamentável.... 
- Torre de Moncorvo não merece isso, e a pessoa em causa tem muitos motivos paisagísticos para usar no cabeçalho da sua página do Facebook, sem ser necessário pilhar o que foi criado por outros (ou falta-lhe imaginação?)



quinta-feira, 16 de junho de 2016

Jovem de Torre de Moncorvo vence prémio “Melhor Jovem Agricultor de Portugal 2016”


Jovem de Torre de Moncorvo vence prémio “Melhor Jovem Agricultor de Portugal 2016”
O prémio “Melhor Jovem Agricultor de Portugal 2016” foi atribuído pela CAP a uma jovem de Torre de Moncorvo. Catarina Martins tem 24 anos e começou em 2013 a desenvolver um projecto de produção de hortícolas no vale da Vilariça.
A jovem estudante de engenharia agronómica mostrou-se surpreendida com a distinção, que lhe dá mais motivação para o trabalho, e acredita que pode incentivar outros jovens a dedicarem-se à agricultura. “Não estava nada à espera, fiquei completamente surpreendida. Acho que pode ser que assim os jovens de hoje em dia pensem melhor na sua vida profissional e naquilo que é realmente importante. Outras profissões são importantes mas a nossa alimentação é a base de tudo, porque acho que nós sem alimentação não podemos ensinar, não podemos cantar, não podemos fazer nenhuma actividade se não nos alimentar-mos”, salienta a jovem.
A dimensão da exploração de 10 hectares e a construção de um armazém, bem como o investimento, contribuíram para que o projecto de Catarina Martins fosse distinguido. “Dei início à actividade  em 2013, começando por produzir dez hectares de hortícolas. Tive de construir um armazém de mil metros quadrados, ou seja a construção de condições de trabalho, logística, algo inovador . A atribuição do prémio é fundamental e é bom, claro”, acresnetou.  
A jovem agricultora vai agora levar o seu projecto a Bruxelas, para representar o país num concurso europeu, o que considera uma grande responsabilidade. “Agora vou pensar no que vou levar para Bruxelas, visto que vamos concorrer a nível europeu. Espero levar o projecto mais consolidado e com algo inovador a apresentar, para que possamos representar Portugal da melhor forma”, referiu Catarina Martins.     
O “Prémio Jovem Agricultor” foi entregue a Catarina Martins pelo eurodeputado Nuno Melo na Feira Nacional de Agricultura, em Santarém.

Jornalista: 

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Exposição "Aves do Feital" no Museu do Ferro, dia 5/06

(clicar no cartaz para AMPLIAR)

Terá lugar no próximo dia 5 de Junho (Dia Mundial do Ambiente), a inauguração de uma exposição fotográfica intitulada "Aves do Feital", de autoria do prof. António Joaquim Fernandes, conterrâneo que há anos se dedica também às artes fotográficas, com reconhecido mérito, a par da sua actividade lectiva (de que já se aposentou). Feital é uma propriedade sua, nos arredores de Maçores, onde captou mais de 90% das imagens de aves que compõem a exposição. No entanto, nesta mostra, além das fotografias, há outros materiais que poderão ser observados e consultados (alguns guias de aves). - Os visitantes poderão ainda observar as aves que saltitam pelos jardins do Museu, podendo dispôr de binóculos para o efeito.
A não perder!!

Organização: Município de Torre de Moncorvo e Museu do Ferro & da Região de Moncorvo (parceria CMTM/PARM)

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Torre de Meem Corvo - em tempo de "feira medieval"

Entre os dias 8 e 10 de Abril, realizou-se mais uma edição da feira "medieval" de Torre de Mem Corvo (esta devia ser a grafia correcta da designação desta vila, pelo menos para esta ocasião).
Aqui fica uma breve reportagem fotográfica (mais uma):

Antigo Largo do Outeiro, onde pousaram os burros, junto à "catedral" (atenção, esta ainda não existia nos tempos medievos...).

Uma boa ocasião para se "ressuscitar" a Dança das Fitas, outra tradição ancestral desta villa, que decerto já se praticaria na Idade Média.

Pobres mendigos!... - e excelentes actores, a quem felicitamos pelo "papelão". 

Belas e nobres donzelas (cristãs e uma otomana??) esperando os festejos promovidos pela realeza, no adro da catedral...

O arraial do Rossio, esperando a enchente de povo que acorreria ao mercado, como noutros tempos...
Compenetrada, a Rainha D. Isabel e D. Dinis, observam o espectáculo dos seus súbditos...

A corte a caminho da catedral... Em tempos de el rei D. Dinis talvez já existisse a igreja de Santa Maria... substituída pela actual uns séculos depois...

 Um ferreiro medieval na terra do ferro... - Seria de Felgueiras?

... e uma dupla de "Pantomineiros" assumidos, num treato portátil de marionetas (ou Ribertos).

Apesar das ameaças de chuva e mau tempo, a villa animou-se por três dias, num espectáculo de cor e alegria. 
            - Para o ano há mais! 


sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Torre de Moncorvo no Catálogo "Transversalidades 2015"

Na sequência da divulgação dos resultados do concurso fotográfico " Transversalidades 2015", organizado pelo Centro de Estudos Ibéricos, com o opoio da Universidade de Coimbra, Universidade de Salamanca e Câmara Municipal da Guarda, o espaço de Torre de Moncorvo surge referenciado através de dois trabalhos de João Costa selecionados para o catálogo " Transversalidades 2015", num universo de  1700 fotografias de 300 fotógrafos.  As fotografias em questão integram uma das temáticas em concurso - paisagens, biodiversidade e património natural.



                                                                 Amendoeira & filhos

                                                                          FugaDouro

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Exposição fotográfica sobre Igreja Matriz de Torre de Moncorvo, em Vila Real


A exposição de fotografia "Igreja Matriz de Torre de Moncorvo - Pormenores", de João Costa, será inaugurada na livraria Traga-Mundos, em Vila Real, no próximo dia 27 de fevereiro, pelas 21 horas.
Esta exposição esteve presente no Museu do Ferro & da Região de Moncorvo, desde agosto de 2014 a fevereiro de 2015.  Com esta iniciativa, pretende-se divulgar, de uma forma mais ampla, Torre de Moncorvo e o seu património.

sábado, 28 de junho de 2014

Apresentação de livro de Paula Reis, no auditório do Museu do Ferro, dia 29/06


Com a chancela da editora Vieira da Silva (Lisboa), será apresentado no dia 29 de Junho, no auditório do Museu do Ferro & da Região de Moncorvo, o livro de Paula Reis, intitulado "O Sonho de uma Vida".
A autora nasceu em Angola em 1972, embora com raízes na Horta da Vilariça, concelho de Torre de Moncorvo.. Tendo passado a infância em Portugal, aos 17 anos emigrou para França, onde aprendeu a língua e absorveu a cultura francesa. Tendo regressado às terras das origens, para além da sua actividade profissional, escreve nas horas vagas, sendo esta a sua primeira obra literária.

O livro trata da história de um menino que se encontrou sozinho, mas que com a ajuda de um "anjo" acabou por vencer na vida, realizando os seus sonhos e ajudando outros a realizarem os seus.

Fica o convite para o evento, e para uma boa leitura de verão. Apareça!

sábado, 7 de junho de 2014

Festas em Honra de Santa Leocádia e S. Bento

(clicar sobre o cartaz para AMPLIAR)

Estão a decorrer, até ao próximo dia 10 de Junho, as festividades em honra de Santa Leocádia e S. Bento, com o "epicentro" na respectiva capela, localizada na Serra do Roboredo, mesmo sobre a nossa vila. A organização compete à Junta de Freguesia de Torre de Moncorvo, com apoio do Município, contando-se ainda com a colaboração da associação PARM na organização do passeio cicloturístico em BTT, o qual se realizará no dia 10/06, com início nas minas da Carvalhosa, pelas 9:00h. Neste âmbito, serão visitadas algumas minas abandonadas e percorrida a serra do Roboredo até ao recinto da capela, onde se realiza a festa. - Para mais informações, contactar a Junta de Freguesia de Torre de Moncorvo, pelo tel. 279 252 689, ou PARM /Museu do Ferro: 279 252 724.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Concerto na igreja matriz de Torre de Moncorvo, próximo 31 de Maio


Felicitando a DRCN por esta iniciativa, que terá lugar na igreja matriz de Torre de Moncorvo no próximo dia 31 de Maio, às 21:30h, destacamos que este foi um dos três espaços escolhidos para esta digressão da Orquestra de Câmara da Maia em toda a região Norte.
Este ciclo começa hoje, no mosteiro de Leça, passará por Moncorvo e culmina em Caminha.
Aqui fica:

CONVITE
O ciclo Música em Tempo Pascal é uma iniciativa da Direção Regional de Cultura do Norte, inscrevendo-se no eixo de programação Jovens Músicos no Património a Norte. A Orquestra de Câmara de Maia, à qual se associa o Coro de Câmara Invictus Ensemble, interpretam a Missa Sancti Nicolai, Joseph HAYDN( 1732-1809) e o Gloria, RV 589, Antonio VIVALDI (1678-1741) nos seguintes monumentos nacionais, classificados em 1910 e afetos à DRCN:

Igreja do Mosteiro de Leça do Balio | Matosinhos-Porto | 23 de maio pelas 21:45;
Igreja Matriz de Torre de Moncorvo | Torre de Moncorvo – Bragança | 31 de maio pelas 21:30;
Igreja Matriz de Caminha | Caminha – Viana do Castelo | 6 de junho pelas 21:45.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

O Farandulo de Tó - Cartaz

Esta obra tem como cerne de estudo o “Farandulo de Tó”, cujas raízes, segundo o autor, parecem encontrar eco nas festividades do Solstício de Inverno, durante o período de romanização da Península Ibérica, sendo inédita a hipótese explicativa dos intervenientes nesta festividade, que se perde na memória do tempo. Mas o autor não se fica por aí e, de uma forma coerente e clara, oferece-nos um retrato histórico e cultural da Aldeia de Tó, Concelho de Mogadouro, rica em património arqueológico e histórico e dessa forma, abre portas para outros estudos e outras investigações.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Boas Festas